fbpx

____6.5.2 Ensaios a realizar nas cablagens em par de cobre

____6.5.2 Ensaios a realizar nas cablagens em par de cobre

6.5.2 ENSAIOS A REALIZAR NAS CABLAGENS EM PAR DE COBRE

A garantia dos requisitos de uma determinada Classe obrigam a que sejam realizados determinados

ensaios.


Definição dos ensaios possíveis de realizar:

Continuidade

Com este ensaio pretende verificar-se a continuidade eléctrica dos condutores, os eventuais curto-circuitos

ou circuitos abertos, pares trocados ou invertidos.

Atenuação (em dB)

A atenuação, ou perdas por inserção, pretende calcular a quantidade de energia perdida pelo sinal através

da sua propagação no cabo.

NEXT (em dB)

O ensaio de NEXT (“Near End Cross Talk”), tem como objectivo detectar possíveis induções

electromagnéticas entre condutores de pares diferentes. A medida é efectuada junto ao “transmissor”, onde

a indução é mais elevada. Quando os valores calculados para a atenuação nas Classes D, E e F forem

inferiores a 4.0 dB, o ensaio de NEXT não é necessário.

ACR (em dB)

O ensaio de ACR (“Attenuation to Crosstalk Ratio”), mede a relação atenuação/diafonia. É um bom

indicador de qualidade da ligação.

Perdas por retorno (em dB)

Este ensaio permite medir a perda de potência de um sinal, devido a desadaptações de impedância.

Resistência de lacete (em Ω)

Este ensaio mede a resistência combinada de um par de cobre, como se ele estivesse em curto-circuito nas

extremidades.

Atraso de propagação (em s)

O ensaio de atraso de propagação mede o tempo que o sinal demora a propagar-se no cabo.

Atraso diferencial (em s)

Este ensaio mede a diferença do atraso de propagação entre pares do mesmo cabo.

PSNEXT (em dB)

O ensaio de PSNEXT (“Power Sum NEXT”) é a soma dos NEXT de outros pares, que são recebidos num

determinado par.

PSACR (em dB)

O ensaio de PSACR (“Power Sum ACR”) é a soma dos ACR de outros pares, que são recebidos num

determinado par.

ELFEXT (em dB)

O FEXT (“Far End Cross Talk”) mede a perda de sinal (em dB), que ocorre quando um sinal gerado numa

extremidade de um par de cobre é recebido numa outra extremidade de um outro par de cobre. O ensaio de

ELFEXT (“Equal Level Near End Cross Talk”) mede a diferença entre o FEXT e a atenuação de um par de

cobre.

PSELFEXT (em dB)

Este ensaio (“Power Sum ELFEXT”) é a soma dos FEXT menos a atenuação de um determinado par de

cobre.

Os ensaios a realizar obrigatoriamente nos cabos de pares de cobre (assinalados com 􀀹), estarão de

acordo com a Classe considerada, tal como a seguir se descrimina:



Os ensaios anteriormente considerados são realizados entre determinados pontos das redes, como a seguir

se descriminam:



Os resultados dos ensaios deverão estar de acordo com a EN50173-1, ou outras normas equivalentes.

Nesse sentido deverão ser tidos em consideração os valores para a cablagem instalada na chamada

ligação básica, ou ligação permanente (“Permanent Link”).

De notar que a aparelhagem apta a realizar este tipo de medições (equipamento para a certificação de

cablagens estruturadas), faz os testes de uma forma sequencial e automática, de acordo com a norma

pretendida, armazenando os valores e emitindo os resultados finais.


Recommended Posts