fbpx

____5.7.5 Terra de Protecção das ITED e Barramento Geral de Terras

5.7.5 TERRA DE PROTECÇÃO DAS ITED E BARRAMENTO GERAL DE TERRAS DAS ITED

Define-se como Barramento Geral de Terras das ITED (BGT) uma superfície em material condutor,

geralmente em cobre, localizado no ATE, onde se ligam todos os circuitos de terra de protecção dessas

infra-estruturas. O BGT terá um dimensionamento adaptado às necessidades, podendo seguir as mesmas

regras do barramento geral da parte eléctrica.

O BGT deverá ser ligado ao barramento geral de terras do edifício, que por sua vez é ligado ao eléctrodo de

terra. Considera-se, assim, a existência de um único eléctrodo de terra no edifício, projectado e instalado

pelos responsáveis da parte eléctrica.

O condutor de terra de protecção, a utilizar nos terminais próprios dos dispositivos de derivação, deve ter

secção nominal mínima de 1,5 mm2. A secção do condutor nas colunas montantes aumenta (para

montante) proporcionalmente ao número de caixas da rede colectiva, podendo utilizar-se a tubagem das

colunas montantes de cabo coaxial para a sua passagem.

Os terminais de terra das caixas das colunas montantes, não devem permitir a ligação de mais de 2

condutores de terra no mesmo borne, pelo que se deve recorrer a barramentos equipotenciais, que devem

ser cravados ou soldados às referidas caixas metálicas. No caso do ATE e do ATI, é obrigatório possuírem

barramento de terra.

Entre o BGT e o barramento geral de terras do edifício, existe um seccionador amovível, normalmente em

cobre. O condutor que interliga o seccionador ao barramento geral de terras do edifício não pode ser de

secção nominal inferior a 25 mm2.


Recommended Posts