fbpx

____5.3.3 Identificação das Caixas

____5.3.3 Identificação das Caixas

5.3.3 IDENTIFICAÇÃO DAS CAIXAS

Todas as caixas da rede colectiva de tubagens deverão estar identificadas com a palavra

“Telecomunicações”, tal como referido em 3.5.2.1. As caixas da rede individual deverão estar identificadas

na face exterior da tampa com a letra “T” ou “Telecomunicações”. Neste último caso há que referir que a

identificação não precisa de ser de cor diferente da cor da própria tampa.

As caixas da rede colectiva deverão possuir a indicação do tipo de cabo (tecnologia) que se encontra no

seu interior, tal como a seguir se indica:



Nesse seguimento, as caixas localizadas nas colunas montantes, para além da palavra

“Telecomunicações”, são identificadas por uma sequência alfanumérica de pelo menos 5 caracteres:

• Os dois dígitos da esquerda identificam o tipo de tecnologia (PC ou CF);

• Segue-se uma barra de separação(/);

• Os dígitos da direita identificam o andar em que as caixas se localizam;

• A existência de um sinal menos (-) indica a existência de caves;

• Em qualquer edifício o rés-do-chão é considerado o piso 00 (zero, zero).

Exemplos:

PC/04 : Caixa da rede colectiva de pares de cobre, no 4º andar;

CF/00 : Caixa da rede colectiva de cabos coaxiais, no rés-do-chão;

PC/-03 : Caixa da rede colectiva de pares de cobre, na 3ª cave.

Se existir mais do que uma coluna montante, depois dos dois algarismos finais haverá uma barra (/) e uma

letra do alfabeto que identifica a coluna montante respectiva, iniciando-se pela letra A do alfabeto.

Exemplos:

PC/01/A e PC/01/B: Caixas da rede colectiva de pares de cobre, no 1º andar, das colunas A e B.

No caso de uma coluna montante necessitar de um desdobramento horizontal, pelo mesmo piso, as caixas

serão numeradas sequencialmente, com dois algarismos, da esquerda para a direita e no sentido dos

ponteiros do relógio. A caixa de onde se inicia o desdobramento tem o número 00.


Exemplos:

PC/02/00: Caixa da rede colectiva de pares de cobre, no 2º andar, onde se inicia o desdobramento;

PC/02/01: Primeira caixa do desdobramento da rede colectiva de pares de cobre, no 2º andar;

PC/03/C/04: Quarta caixa do desdobramento da rede colectiva de pares de cobre, no 3º andar, da

coluna montante C.

Os ATE seguem uma nomenclatura diferente. Serão identificados com a própria sigla seguida do andar

onde estão localizados, ou com EXT se localizados no exterior do edifício.

Exemplos:

ATE/00 : Armário de Telecomunicações de Edifício, no rés-do-chão;

ATE/EXT : Armário de Telecomunicações de Edifício, localizado num muro exterior.

Para muitos edifícios é previsível o desdobramento do ATE, já que podem existir vários tipos de acesso ao

edifício, com a existência de RG em locais distintos, nomeadamente na distribuição de CATV e de MATV.

Neste caso a nomenclatura indica os diferentes ATE e o seu tipo de localização, na parte superior ou na

parte inferior do edifício, através da inclusão de uma abreviatura após uma barra (/) de separação: SUPsuperior;

INF- inferior.

Exemplo de desdobramento de ATE no mesmo edifício:

ATE/00/INF: Armário de Telecomunicações de Edifício (inferior), no rés-do-chão;

ATE/06/SUP: Armário de Telecomunicações de Edifício (superior), no 6º andar.


Recommended Posts